Se você quer fazer uma estante para livros, um acabamento de uma moldura, um banco rústico ou fazer algum pequeno serviço doméstico, provavelmente você precisará cortar algum material – o que uma serra adequada fará sem dificuldades.

Hoje vamos tratar a respeito de alguns tipos de serras e para quais finalidades elas são adequadas. Neste cenário do “faça você mesmo” (DIY), é sempre importante ter uma noção do que cada ferramenta é capaz de fazer. Você sabia que algumas serras cortam desde madeira até metal? Pois é!

Vai rolando o post pra aprender um pouco mais a respeito das serras, e enfim poder executar os projetos que estão em mente.

 O segredo está nos dentes 

O maior segredo das serras está nos dentes, sabe por quê?
Você deve encontrar muito tipos de lâminas com várias opções de dentes por polegadas, e com toda certeza deve conter a abreviação do inglês (Teeth Per Inch – TPI), números que começam no 2 e vão até o 32.
Lâminas com menos dentes por polegadas irão cortar rápido, todavia farão cortes mais ásperos. Enquanto as lâminas com maiores números de polegadas irão fazer cortes mais finos e lisos na madeira e em materiais semelhantes.

Serra de mão tradicional

Serra de mão

A serra de mão é projetada para cortar madeira, madeira compensada, placas de espuma rígida e até mesmo concreto, sempre em linha reta. A sua maior desvantagem é que é totalmente manual e depende da força aplicada pelo usuário para o resultado do corte, devido a isso ela pode ser substituída facilmente por uma serra de mesa. O modelo padrão é o de  7-9 TPI

Indicada para: Corte de materiais de estrutura como madeira, pregos de parede, revestimento e até mesmo vigas.

Serra de esquadria


A função principal da serra esquadria é fazer cortes precisos em transversal devido ao enquadramento dos ângulos necessários para o acabamento da peça e dos cantos complicados. É uma ferramenta potente, portátil e que faz o seu trabalho rápido e suave. Existe uma lâmina padrão que é voltada para madeira, no entanto é substituível por outros modelos com mais ou menos dentes, pois a ferramenta pode ser utilizada com plástico, vinil e até alumínio.

Indicada para: Cortes e acabamentos em carpintaria, voltado para ângulos simples e complexos.

Serra tico tico

Serra tico tico

A serra tico tico é indicada para cortes rápidos e fáceis na madeira. Ela pode cortar outros materiais, como plástico, alumínio, cerâmica, azulejo e outros – vale dizer que depende de sua máquina se ela irá suportar todos estes materiais -, não são todas que suportam.  Também é possível fazer cortes em ângulo 45° e formas mais complexas, o que é necessário equipamento e experiência pois não é fácil! Quanto mais estreita for a lâmina, mais fechados serão os cortes.

Indicada para: Cortes complexos em madeira macia, cortes em madeira, metais e plásticos.

Serra sabre

Serra sabre

É um dos modelos mais versáteis das serras, pode ser utilizada para madeira, metal, drywall e plástico, muitas marcas enviam uma lâmina especial para todas as superfícies em que pode se utilizar a serra. Apesar da potência a serra sabre é uma das serras mais seguras de se utilizar em um serviço manual, seu corte é rápido e suave, suas lâminas são variáveis de acordo com a necessidade. Apesar disto, não é fácil fazer um corte muito preciso por conta de sua grande potência.

Indicada para: Desde poda de galhos de árvores, cortes em madeiras, estruturas metálicas para acabamento, tubos de cobre, plásticos, PVC até chapas de aço.

E aí, conseguiu entender como cada serra funciona e para qual tarefas são indicadas? Veja um post sobre dicas de como reformar a casa sem erros clicando no link!

Siga, então, as nossas páginas nas redes sociais e acompanhe todas as nossas atualizações: estamos no Facebook, no Twitter e no YouTube!

furadeiraPowered by Rock Convert